Análise: de Blob 2

de Blob 2 foi originalmente lançado em 2011 e chega agora à geração atual e mais do que atualizar os aspectos técnicos, esta versão é importante pois possibilita que novos jogadores tenham acesso a um jogo que tem um certo charme e mecânicas bastante originais. Existem dois modos de jogo, Story e Blob Party. Para desbloquear mais níveis no modo Blob Party, o jogador tem que completar os onze níveis da história.

A história continua do jogo anterior, o que pouco irá dizer para quem não jogou o anterior mas é mais ou menos isto, Black foi exilado para uma ilha e conseguiu escapar e tem roubado as cores vibrantes das cidades próximas. de Blob foi convocado pelo professor para adicionar cor de volta a este mundo e acabar as asneiras de Black de uma vez por todas. No modo história existe tempo limite portanto convém começar pela dificuldade fácil em que começa com mais tempo e vida. Existem extensores de tempo espalhados nos níveis mas escolher uma dificuldade baixa ajuda. Para libertar os graydianos, o jogador precisa restaurar a cor de todos os edifícios de um grupo. Depois disso as criaturas presas no interior sairão e o jogador pode restaurar a sua cor.

Cada prédio, árvore ou parede custa pontos de tinta para colori-los. de Blob só pode ter no máximo cem pontos de pintura de cada vez e os pontos de pintura são reabastecidos recolhendo a tinta vermelha, amarela ou azul dos bots de tinta que deambulam pelas ruas. Mais cores como verde, roxo e laranja podem ser criadas combinando as cores primárias. Estas mecânicas já existiam no original mas encontram-se agora mais refinadas e polidas e existe uma nova adição a este jogo que é a personagem do segundo jogador chamado Pinky que pode dar a de Blob alguma cor e atirar alguns inimigos.

Outra novidade são os power-ups de inspiração. Com inspiração, o jogador pode actualizar as estatísticas e os níveis das munição de Blob e Pinky. Alguns dos níveis de plataformas terminam com um nível de boss, portanto é importar andar com bastantes munições de tinta. Para limpar um nível, várias áreas devem ser transformadas pela colorização da área e pela conclusão de desafios. Para abrir o portal de saída, certos objectivos, como recuperar um marco, devem ser concluídos. Depois de sair de um nível, o jogador é classificado pela percentagem da área que ele coloriu, quantos Graydians foram libertados, quantos desafios foram concluídos e assim por diante e é assim atribuída uma medalha. No fundo é um sistema de progressão bastante linear.

À medida que o mundo fica mais colorido, a música de fundo também se alegra e se torna mais viva. Em termos de aspecto há que realçar que as cutscenes não foram melhoradas e continuam com a resolução anterior, o que infelizmente acaba por mostrar bem mais a idade do jogo do que o jogo em si.

de Blob 2 é um jogo divertido que pode ser desfrutado por toda a família, dos mais adultos aos mais novos. Existem alguns exemplos de humor e a violência dos desenhos animados resume-se a lançamentos do tinta. É um jogo inocente que é perfeito para pais e filhos jogarem em coop.

Tiago Roque

Leave A Comment