Análise: Azure Reflections

O mais recente spinoff dos jogos Touhou,Azure Reflections, conta a história de Reimu Hakure à medida que este tenta descobrir o que está a acontecenr. Ao longo do caminho, o jogaor enfrentará enxames de inimigos e bosses icónicos Touhou. Azure Reflections permanece fiel à jogabilidade central pela qual Touhou é conhecido, e o objectivo da jogabilidade é mais do que tudo sobreviver num inferno de balas que é tão característico do género.

Azure Reflections não é apenas o mesmo material antigo, apresentando uma série de mudanças na fórmula que ajudam a defini-lo como algo próprio. Enquanto que Touhou é tradicionalmente um shooter vertical no estilo de Ikagura, Azure Reflections processa a ação horizontalmente. Existem dois botões de ataque que disparam à esquerda ou à direita, porque os inimigos podem aparecer de qualquer ângulo, o que torna o jogo bem mais dinâmico e ainda mais desafiante em termos de atenção requerida.

Os ataques regulares não são o único ataque à disposição, existindo também duas habilidades chamadas Barreira e Danmaku. Quando se ativa a barreira, a personagem pára e faz com que quaisquer balas em um raio circular próximo a ela desapareçam. A habilidade Danmaku Rush é semelhante ao Barrier, exceto que também é uma opção ofensiva. Quando se usa o Danmaku Rush, o jogador absorve as balas e, movendo-se com o stick esquerdo, pode correr pelo ecrã e absorver ainda mais balas num curto espaço de tempo. Estas balas alimentam o poder do ataque do Danmaku Rush, e se corrermos diretamente para um inimigo causamos um dano massivo dependendo de quantas balas se absorveu.

Infelizmente, não há uma grande variedade de conteúdo para usar essas habilidades e o jogo tem um modo de sete níveis. Os níveis e lutas contra bosses são divertidos, mas rapidamente se chega ao fim do jogo. Felizmente, o jogo, pelo menos, joga em um par de recursos que ajudam a adicionar replayability à história curta como por exemplo personagens adicionais jogáveis ​​com diferentes ferramentas, e coleccionar pontos na história também permite que se compre acessórios para as personagens.

Existe ainda um modo fácil que pode ajudar os jogadores menos veteranos a aproveitar o jogo e receberem algo do seu investimento. É uma pena que os visuais do jogo não consiga o mesmo tratamento premium e Azure Reflections é renderizado em 3D, mas os personagens são um pouco pobres e os efeitos apenas fazem com que tudo pareça uma confusão sem qualquer detalhes.O áudio do jogo é simplesmente fantástico e o ponto forte mais marcante. As musicas dos combates contra bosses são fantásticas e memoráveis e fazem de Azure Reflections um jogo que os fãs irão gostar, no entanto o jogo oferece muito pouco a todos os outros.

Tiago Roque

Leave A Comment