Análise: Wandersong

Wandersong é uma incrível aventura musical onde a música é o espírito e alma do jogo. É difícil saber por onde começar com o Wandersong, porque apesar de ser um jogo muito interessante, o conceito e qualidade andam de mãos dadas em termos de inovação e há realmente muito a realçar. Em Wandersong, o jogar joga como um pequeno bardo que descobre que o mundo está a acabar e a única coisa que pode salvá-lo é a música da terra, uma musica mítica que o jogador vai recuperando aos poucos espalhada pelo mundo.

Para cantar, o bardo tem de viajar para procurar as diferentes partes do “earthsong” o que o coloca em todo o tipo de aventuras ao longo do caminho. É uma história maravilhosamente contada com muitas personagens interessantes, muitos diálogos engraçados e até algumas reviravoltas interessantes.A jogabilidade é onde Wandersong se destaca, oferecendo uma jogabilidade realmente simples mas envolvente. A principal habilidade da nossa personagem é cantar. Com o analógico direito fazemos com que o bardo cante notas diferentes que usamos para várias acções diferentes do jogo.

Apesar de o jogo contar com alguns desafios baseados no ritmo, Wandersong é bem mais próximo de um jogo de plataformas do que um jogo rítmico, encontrando maneiras interessantes de misturar a maneira como o bardo canta com diferentes desafios.

Visualmente, Wandersong é colorido e graças à sua estética minimalista consegue ser realmente agradável. Cada área é colorida e cheia de vida com pequenos detalhes nos fundos que recriam o efeito dos livros infantis de pop-up. O jogo deta-se no som, como seria de esperar com uma imensidade de sons e musicas presentes e todas elas realmente boas. Cada música é diferente e está sempre bem conectada ao momento e trabalhada pelos criadores, o que mostra o quão bem integrado os efeitos sonoros estão neste jogo.

Nem tudo é perfeito e no geral o jogo é um verdadeiro passeio no parque, não contando com qualquer tipo de dificuldade. Mas o jogo é incrivelmente interessante e uma sequela poderia pegar no trabalho feito aqui e expandir estas ideias para criar algo realmente elaborado já que o conceito tem esse potencial e talvez pudesse também oferecer uma experiência mais longa.

Wandersong tem uma história cativante,boas personagens e mecânicas de jogo simples que fazem deste um bom jogo de plataformas e um jogo de musica. Os fãs de ambos irão gostar de Wandersong, mesmo que seja um jogo curto.

Tiago Roque

Leave A Comment