Análise: LEGO City Undercover

Depois de ter sido um dos melhores jogos de lançamento da Wii U, LEGO City Undercover chega agora às restantes consolas e PC. Podem ficar com a análise completa ao jogo aqui. Esta análise irá focar-se apenas nas alterações neste relançamento.

Apesar de o jogo se manter praticamente igual, as especificidades da Wii U precisaram de algumas adaptações. Enquanto que na antiga consola da Nintendo o comando era utilizado como ecrã secundário em algumas secções e nos permitia investigar algumas áreas, agora todas essas mecânicas passaram para o mesmo ecrã, num esquema mais tradicional mas que continua a funcionar igualmente bem. A acção para e todo o ecrã de jogo assume a imagem que assumiria no GamePad da Nintendo.

Em termos de conteúdo não foi adicionado nada de relevante, excepto as vozes nacionais e o modo co-op. O jogo original era apenas para um jogador, no entanto estas novas versões incluem um modo co-op que acaba por não ser surpresa, pois quase todos os jogos LEGO contêm esta opção.

Normalmente sou um bocado critico relativamente a dobragens, no entanto num jogo LEGO onde a sincronização da boca das personagens com as falas é um pouco secundário ter vozes nacionais é um extra tremendo que apenas irá tornar estes jogos ainda mais apelativos para o publico infantil.

No entanto aqueles que tiveram a oportunidade de jogar LEGO City Undercover na versão original para a Wii U, estas novas versões acabam por parecer um pouco inferiores. Este é um jogo que mostrou as potencialidades da consola da Nintendo e apesar de a conversão ter sido no geral um sucesso, quando comparamos com a versão original, não se pode deixar de pensar que se perdeu a jogabilidade única que este tinha, ficando o jogador com mais um bom jogo LEGO, mas que acaba por ser mais um de tantos lançados todos os anos e não uma experiência única como o original é.

Tiago Roque

Leave A Comment