Análise: Titan Quest

Titan Quest para PC continua a ser um dos meus Dungeon Crawlers favoritos. Muito antes de ter entrado de cabeça na série Diablo que já tinha tentado mas nunca acabado, já tinha jogado Titan Quest de fio a pavio. Sendo um fã de mitologia no geral, sendo essa a principal razão para gostar de história, […]

LER MAIS
Análise: The Raven Remastered

A história de The Raven segue o policia suíço Anton Jakob Zellner à medida que ele ajuda a guardar um comboio que passa pela Suíça e que leva um cofre particular a bordo. Zellner encontra o detetive Legrand e apesar de ter sido considerado incompetente como ajudante local, Zellner insiste que ainda pode ser útil. […]

LER MAIS
Análise: RiftStar Raiders

RiftStar Raiders é um shooter top-down da Climax Studios que combina um estilo incrivelmente belo, combinando um primeiro plano em 3D e fundos 3D dinâmicos. Além destes elementos existe ainda uma banda sonora sutil que cria um ambiente interessante que além de ajudar RiftStar Raider a ser um bom jogo, trazem consigo muitas memórias de […]

LER MAIS
Análise: Omensight

Das hábeis mãos da Spearhead Games chega Omensight. Depois do sucesso decente do seu último jogo, Stories: The Path of Destinies, o estúdio criou um jogo que tem muito em comum com Stories, mas que é uma evolução em quase todos os sentidos. Esta é mais uma vez uma jornada de ação que se apóia […]

LER MAIS
Análise: Detroit: Become Human

A Quantic Dream pode não produzir os jogos mais populares do mercado mas têm uma legião de fãs forte e um mercado muito próprio. A sua abordagem aos videojogos é muito própria e o resultado final de cada um dos seus jogos embora fique aquém do potencial é sempre uma experiência gratificante que não oferecendo muito […]

LER MAIS
Análise: Cyberdimension Neptunia: 4 Goddesses Online

A saga Neptunia cresceu de uma forma completamente descontrolada nos últimos anos e com sequelas, spin-offs e ports a Idea Factory e a Compile Heart não têm realmente mãos para tanto trabalho. Os criadores ganharam portanto o hábito de reutilizar assets existentes para detalhar o restante do novo conteúdo que entra nos novos títulos. Até os maiores […]

LER MAIS
Análise: God of War

Kratos é para a Sony o que Master Chief é para a Microsoft. É neste momento a personagem mais icónica da empresa nipónica, mas em termos de jogos em si a verdade é que notava-se no lançamento de Ascension que a fórmula e que tinha criado e o género pelo qual foi o grande responsável […]

LER MAIS
Análise: Shadow of Colossus

Shadow of Colossus não é apenas um dos meus jogos favoritos para a PS2, é também um dos meus favoritos de sempre. Infelizmente tenho tendência para não gostar de voltar a jogos que adorei depois de muito tempo porque normalmente metade das boas memórias que temos dos jogos são através dos olhos da nostalgia, que […]

LER MAIS
Análise: Bravo Team

Bravo Team é o mais recente lançamento de perfil alto para o PlayStation VR. Pelas mãos dos criadores do excelente Until Dawn, as expectativas para Bravo Team eram relativamente altas, no entanto a experiência em si revelou-se pobre. Tal como Farpoint, Bravo Team é compatível com o PlayStation VR Aim Controller e há até um pacote […]

LER MAIS